20 peixes de água salgada

O Brasil é um país muito conhecido por sua variedade de locais para praticar a pesca esportiva. Enquanto alguns pescadores preferem a água doce tem muitos que gostam de escutar o barulho das ondas e a brisa do mar em águas salgadas.

Veja o nosso guia com os melhores peixes de água salgada, como encontrá-los e a melhor isca a ser utilizada. 

Tipos de peixes de água salgada

1. Anchova

Esta é uma ótima opção, pois é uma opção para pesca esportiva e normalmente ataca bem as iscas. É fácil de se encontrar no litoral brasileiro e fica próximo a áreas rochosas com arrebentação da maré. Uma dica é usar iscas artificiais e ter boa técnica de arremesso.

2. Badejo

O badejo pode ser encontrado próximo a tocas ou cavernas, gosta de ficar no fundo do mar e para pegá-lo pode ser utilizado ou isca artificial ou natural. Cuidado ao arremessar para não acertar as pedras e enroscar a linha.

3. Bagre-bandeira

Este é um peixe sem escamas e que é encontrado em águas doces e salgadas, fica mais na costa leste do Brasil em rochedos e galhadas. As iscas naturais são essenciais para que ele seja atraído por seu olfato.

4. Baiacu

Mesmo sendo muito perigoso para se comer por conter veneno, esse peixe pode ser uma opção para se fazer pesca esportiva. Ele se alimenta de outras espécies de peixe e pode ser encontrado em águas rasas e profundas.

5. Corvina

A corvina é um peixe que pode chegar a 80 cm e pesar 6 kg, e pode ser encontrado em boa parte do litoral do país, em locais com pouca correnteza. Para pegar a dica é utilizar iscas naturais com sardinha, piaba e lambari. 

6. Dourado-do-mar

Esse peixe pode chegar a 2 metros e 40 quilos e habita muitos lugares no Brasil, gosta de ficar na superfície em busca de suas presas. O ideal é fazer arremessos longos com iscas naturais ou artificiais, mas tome cuidado, essa espécie não costuma se render tão fácil.

7. Linguado

O linguado é um peixe que fica na zona costeira e tem dois olhos do mesmo lado, pois é um peixe que nada inclinado e fica deitado no fundo do mar. Como sua alimentação é carnívora use iscas naturais.

8. Olho-de-cão

Mesmo sendo um peixe pequeno é uma boa opção de pesca, costuma ficar entre as rochas, areias e corais no Oceano Atlântico. Para pegá-lo use iscas artificiais que são um ótimo atrativo.

9. Pampo

Conhecido por ser de várias cores, alto e achatado, se alimenta de peixes, crustáceos e moluscos e vive em praias e costões, chegando a 30 metros de profundidade. Use iscas naturais ou artificiais para pegá-lo.

10. Peixe-espada

Em grande quantidade nas águas frias do Oceano Atlântico, normalmente fica próximo a baías e ilhas. Como é uma espécie carnívora utilize as iscas naturais, mas também tem como capturá-lo usando as iscas artificiais. 

11. Pescada 

Muito utilizado na culinária tem sua coloração branca ou amarela, com boca grande e dentes protuberantes. É uma opção para quem gosta da pesca noturna, pois ele fica na superfície para caçar outros peixes, já durante o dia você vai encontrá-lo mais ao fundo. Pode utilizar iscas naturais ou artificiais. 

12. Robalo

O robalo é um dos peixes mais conhecidos pelos pescadores, e vive em estuários e costeiras na maior parte do litoral brasileiro. Pode ser usado tanto iscas naturais quanto artificiais.

13. Tainha

Muito abundante no Sul e Sudeste do país pode chegar a 1 metro e pesar 8 kg, aos profissionais da área podem capturá-los em tarrafas, mas também pode ser pego pelo anzol.

14. Tarpon

Peixe de porte grande pode chegar a 2,5 metros e 150 quilos, tem uma boca ossificada e grande e pode ser encontrado no Norte e Nordeste brasileito. Para pegá-lo é preciso ter reforço no equipamento.

15. Xaréu

Com uma coloração brilhante que vai do dourado e prateado até o azul e amarelo, costuma encantar muito os pescadores, chega a ter 1,5 metros e 25 kg, para capturá-lo é preciso ir ao litoral baiano.

16. Betara

É uma espécie briguenta e que passa o dia procurando por alimento, fica na região da arrebentação. A dica é usar uma chumbada fixa com pernada longa para o fundo, região em que o peixe mais ataca a isca. 

17. Caranha

Encontrado da costa do Amapá ao Paraná, tem em média 65 cm e 8 kg. Para pegar pode ser utilizada iscas naturais ou artificiais, use equipamentos de peso médio a pesado.

18. Cavala

Peixe briguento e agitado, conhecidos pelos seus saltos na água durante a fisgada, pode medir 1,5 metro e pesa 30 kg. Para pegar use uma bóia que mantenha a isca em meia água, e equipamentos de ação média a pesada.

19. Olho-de-Boi

Costuma ficar em costões rochosos e recife, pode chegar a 2 metros e pesar 80 kg. Por ser um peixe carnívoro é preciso utilizar iscas naturais para atraí-lo e prepare-se para a briga, pois é uma espécie que não desiste fácil. 

20. Agulha

Semelhante ao peixe-espada, é uma espécie voraz e que tem uma fisgada entenda o que torna a pesca divertida. Habitam as zonas costeiras e às vezes vão para o rio. Para pegar, utilize iscas naturais e anzóis pequenos.

Depois dessa lista com 20 opções de peixes em água salgada é hora de se preparar para a pescaria. E na hora de comprar seus equipamentos procure a Tuiuiu Pesca e acesse nosso site para garantir os melhores produtos. Boa pesca!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *